O que é Internet das Coisas Industrial, o IIoT?

  • Post author:
O que é Internet das Coisas Industrial, o IIoT?

O que é a Internet Industrial das Coisas, o IIoT? Para começar, você deve saber que o IIOT é apresentado como uma subcategoria da tecnologia IoT, Internet das Coisas e refere-se principalmente a tecnologias utilizadas para atividades industriais. Uma das principais características da indústria do futuro é o advento de tecnologias relacionadas à Internet de objetos conectados. A IIoT introduz sistemas de produção altamente inovadores.

Deve-se dizer que a diferença entre um objeto conectado e qualquer outro objeto é a conectividade. A aliança de vários dispositivos interconectados coletando e trocando informações cria um ecossistema real em uma fábrica digital.

Quais são os benefícios da Internet das Coisas – IIoT?

Um dos principais benefícios da IIoT usados ​​na indústria de manufatura é tornar a operação mais eficiente. As tecnologias de IIoT ajudam a equipe de campo a identificar métricas de produtividade, aumentando o controle da produção, e consequentemente melhorando a tomada de decisões através da análise dessas informações oriundas dos equipamentos conectados. A eficiência operacional decorre da alta qualidade e organização dos sistemas de produção baseados em IIoT. Sistemas conectados, automatizados e mais inteligentes impactam diretamente na produtividade, além de realizar ações preventivas que alertam os operadores sobre o status de desempenho de seus equipamentos.

Além disso, controlam o consumo de energia, evitando desperdícios de custos. Em poucas palavras, a IIoT permite que as empresas tenham controle total sobre suas operações desde as matérias-primas até os produtos finais e obtenham informações detalhadas sobre cada etapa do processo.

Outro ponto importante é que tecnologias de IIoT permitem manutenção preditiva. As organizações podem usar dados em tempo real gerados a partir de sistemas IIoT para prever quando uma máquina precisará de manutenção. Dessa forma, a manutenção necessária pode ser realizada antes que ocorra uma falha. Isso pode ser especialmente benéfico em uma linha de produção, onde a falha de uma máquina pode resultar em uma parada de trabalho e custos enormes.

Ao abordar de maneira proativa os problemas de manutenção, uma organização pode obter uma melhor eficiência operacional. Essas tecnologias também podem fornecer aos técnicos de serviço informações sobre quais peças eles precisam para fazer um reparo. Dessa forma, o técnico tem consigo as peças necessárias ao fazer uma chamada de serviço.

Melhore o Rastreamento com a Internet das Coisas – IIoT

O rastreamento de ativos é outro benefício da IIoT. Fornecedores, fabricantes e clientes podem usar sistemas de gerenciamento de ativos para rastrear a localização, status e condição dos produtos em toda a cadeia de suprimentos.

O sistema envia alertas instantâneos às partes interessadas se as mercadorias estiverem danificadas ou em risco de serem danificadas, dando-lhes a chance de tomar medidas imediatas ou preventivas para remediar a situação.

Melhore a Satisfação do Cliente

A IIoT também permite maior satisfação do cliente. Quando os produtos estão conectados à Internet das Coisas Industrial, o fabricante pode capturar e analisar dados sobre como os clientes usam seus produtos, permitindo que fabricantes e designers de produtos criem roteiros de produtos mais centrados no cliente.

A IIoT também melhora o gerenciamento de instalações. O equipamento de fabricação é suscetível ao desgaste, que pode ser exacerbado por certas condições em uma fábrica.

A Internet das Coisas é segura?

No início, os fabricantes criaram dispositivos IoT com pouca consideração pela segurança, resultando em uma percepção de que os dispositivos IoT são inerentemente inseguros. Dadas as semelhanças entre os dispositivos IoT e IIoT, é fundamental a utilização de dispositivos de IIoT que tenham segurança como um dos seus principais pilares.

Como acontece com qualquer outro dispositivo conectado, os dispositivos IIoT devem ser avaliados dispositivo a dispositivo. É perfeitamente possível que o dispositivo de um fabricante seja seguro, enquanto outro não. Mesmo assim, a segurança é uma prioridade maior entre os fabricantes de dispositivos do que nunca.

Em 2014, várias empresas de tecnologia, incluindo a Intel se uniram para formar o Industrial Internet Consortium (IIC). Embora o objetivo principal desse grupo seja acelerar a adoção da IIoT e tecnologias relacionadas, ele está tornando a segurança uma prioridade, chegando até a formar um grupo de trabalho de segurança. Os outros grupos de trabalho da CII incluem Tecnologia, Ligação, Marketing, Indústria e Transformação Digital.

Quais são os riscos e desafios da IIoT?

Os maiores riscos associados ao uso da IIoT dizem respeito à segurança. É relativamente comum que os dispositivos IIoT continuem usando senhas padrão, mesmo depois de terem sido colocados em produção.

Da mesma forma, muitos dispositivos IIoT transmitem dados como texto simples. Essas condições tornariam relativamente fácil para um invasor interceptar os dados provenientes de um dispositivo IIoT. Da mesma forma, um invasor pode assumir um dispositivo IIoT inseguro e usá-lo como plataforma para lançar um ataque contra outros recursos de rede.

A segurança é um grande desafio para aqueles que são responsáveis ​​pelos dispositivos IIoT de uma organização, mas também o é o gerenciamento de dispositivos. À medida que uma organização adota cada vez mais dispositivos IIoT, será cada vez mais importante adotar uma estratégia eficaz de gerenciamento de dispositivos.

Mais especificamente, as organizações devem ser capazes de identificar positivamente os dispositivos IIoT para evitar o uso de dispositivos não autorizados. Estabelecer um meio de identificar cada dispositivo individual também é crucial para tarefas como substituir um dispositivo com falha ou executar uma atualização de dispositivo.

O gerenciamento apresenta outro grande desafio em relação aos dispositivos IIoT. Está se tornando cada vez mais comum os fabricantes de dispositivos emitirem atualizações periódicas de firmware.

As organizações devem ter um meio eficiente de verificar os dispositivos para ver se eles têm o firmware mais recente instalado e implantar um novo firmware, se necessário. Além disso, tal ferramenta deve seguir o cronograma de manutenção estabelecido pela organização para não interromper as operações.

Eles interagem com seu ambiente e também atuam de forma mais autônoma dentro de plantas industriais. Produtividade e segurança estão entre os principais aspectos para se obter os benefícios da Internet das Coisas Industrial (inovações tecnológicas).